14 março 2013

Creme Inglês


Creme inglês


Comecei essa semana contando que no sábado passado havia feito três sobremesas de uma só vez aproveitando o que sobrava de uma receita na outra. Na realidade o aproveitamento foi apenas dos ovos. Aproveitei as claras (com outras que aguardavam na geladeira) para fazer o Pudim de Claras pois as gemas seriam utilizadas para fazer esse Creme Inglês, na verdade o acompanhamento da sobremesa que postarei amanhã. Ficou confuso? Prometo que logo mais tudo se esclarecerá devidamente.

Essas receitas vieram todas do livro "Cozinha de Estar", da Rita Lobo, que ganhei sendo uma das premiadas no concurso #receitacomchocolate do site Panelinha.

A escolha logo de cara para a estreia do livro por essas sobremesas - em meio a tantas outras gostosas - foi em parte pelo fascínio que tenho pelas receitas antiguinhas, essas com cara de vovó. 

Assim como o pudim de claras, esse creme se baseia em três ingredientes: ovos, leite e açúcar. Acho extremamente incrível a quantidade de resultados diferentes somente utilizando essa "trinca de ouro". Haja criatividade dos nossos antepassados em variar tanto em cima do mesmo tema. E o mais intrigante é que com todas essas frescuras assumidas, com tanta intelectualização dos pratos, eles resistem, singelos, cultuados, apreciados.

Sugiro esse creme não só para o acompanhamento do que vou compartilhar amanhã mas também para regar umas frutas frescas, umedecer aquela fatia de um bolo simples ou até mesmo como a calda de um sorvete. 

Ih, isso me deu uma ideia...aguardem!



Creme inglês

Creme inglês

Creme inglês
(aproximadamente 400 ml de rendimento)

Ingredientes
500 ml de leite (prefira o integral)
6 gemas
1 xícara (chá) de açúcar - dividida meio a meio
1 colher (café) de essência de baunilha (ou extrato)

Creme inglês

Preparo
Leve o leite com metade do açúcar numa panela ao fogo médio até ferver. Desligue e reserve.

Use a batedeira elétrica para bater as gemas até que fiquem fofas e com uma coloração amarelo clara. Adicione o restante do açúcar pulverizando sobre a gemada ainda batendo. Acrescente o leite quente aos poucos na menor velocidade possível da batedeira.

Retorne essa mistura para uma panela e leve ao fogo baixo até toda a espuma que se formou desaparecer e o caldo ficar mais consistente. Desligue o fogo e acrescente a baunilha. 

Leve à geladeira e sirva bem geladinho.

Nota: Fique atento para não deixar ferver e talhar. Se isso acontecer, bata no liquidificador.


4 comentários :

  1. que lindo Sandra, apresentação ficou perfeita. Bom dia!

    ResponderExcluir
  2. Humm! Adorei! Achei sua explicação tão simples, Sandra, que me motivou a fazer e não mais fugir desse creme!
    Simples, perfeito e divino como tem que ser!
    As fotos estão lindas!

    Bjks...

    ResponderExcluir
  3. Que interessante, também me sinto desconfortável em desperdiçãr ingredientes - quais quer que sejam. Muitas vezes faço 2 ou 3 receitas diferentes para aproveitar "sobras". Esse creme inglês deve ser uma delícia. Além disso, imagino o aroma de baunilha pela casa ao prepará-lo. Belas fotos! Beijos, Paula

    ResponderExcluir
  4. Adorei!
    Achei também nesse site um texto que conta os segredos para o creme não talhar: http://www.acozinhadenana.com.br/0s-segredos-cremes-ingles-e-confeiteiro

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!