segunda-feira, 21 de julho de 2014

Panquecas sem glúten (e deliciosas!)

Panquecas sem glúten


Por falta de tempo, ou porque o tempo tem sido um ingrediente raro e difícil de achar para mexer o Caldeirão, trago aqui uns versos do grupo Pato Fu:

"Tempo, tempo mano velho, falta um tanto ainda eu sei
Pra você correr macio
(...) Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final"

Mas sempre é tempo, ou há tempo de fazer um agrado numa linda manhã de domingo para quem você ama. Panquecas no café da manhã tem sido quase de lei em casa. 

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Cogumelos grelhados ao molho de mostarda


Cogumelos grelhados ao molho de mostarda

Queridos leitores, por várias vezes já comentei que vou ao mercado sem nenhuma busca específica por algum ingrediente. Procuro produtos que estejam bonitos ou com preços convidativos (ou ambos).

Assim, outro dia encontrei uma bandeja de cogumelos shitake com um preço excelente e imagine só, de um tamanho que pareciam medalhões. Comprei e pensei "ah, depois eu vejo como vou preparar".

Confesso que deixei-os uns tês dias na geladeira, coitados, largados como se seu tamanho e beleza os fossem levar à sina de estragar antes que essa bruxa que vos escreve achasse uma receita à altura deles.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Geleia de morango, laranja e alecrim

Geleia de morango, laranja e alecrim


Quando era novinha as frutas tinham época. Jabuticaba dava em novembro, pelo que me lembro. Meus bolos de aniversário normalmente levavam morangos, típica fruta de agosto. E assim era o normal.

Sem querer entrar no discurso das práticas atuais da agricultura de hoje em dia ou até do desequilíbrio do planeta, fato que atualmente não é tão fácil distinguir qual a época que a Mãe Natureza designou para cada uma das suas filhinhas frutas despontarem.

Uma dica - pelo menos a que intuitivamente sigo - é a seguinte: se a fruta está barata, significa que a produção está abundante e consequentemente está na época dela. Bem, aí não só o preço passa a ser convidativo, mas a qualidade em sabor dessa fruta está no seu apogeu.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Fuzilli "instantâneo"


Fuzilli "instantâneo"


Fico imaginando às vezes (quando sobra algum tempo mental, inclusive) como a vida parecia mais fácil para as pessoas de antigamente. Haviam menos aparatos, traquitanas e aplicativos para "facilitar" a vida dos nossos antepassados e ainda assim o tempo para eles corria diferente do que para nós.

Será que na história da humanidade houve um ponto de virada que definiu o máximo que podemos fazer e tudo o que fazemos hoje para dar conta de tudo que temos assumido? 

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Sagu de coco com mangas carameladas

Sagu de coco com mangas carameladas


Normalmente busco receitas em livros e aqueles que possuem fotos acabam tendo minha maior atenção. Acho que isso é comum à todos, é importante o apelo visual e também para se certificar de como fazer direitinho.

Porém, esses dias dei mais uma chance à um livro - o qual apresenta apenas algumas fotos nas páginas finais dele - e que já havia feito essa receita e gostado muito. Procurava alguma sobremesa fácil e não trabalhosa, mas que ao mesmo tempo agradasse bastante. Achei essa receita de Sagu de coco com mangas carameladas que veio bem à calhar. 

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Brigadeiro de paçoca

Brigadeiro de paçoca


Tem coisas que a gente fica meio assim, sei lá nem como dizer. Moda e modismos: não gosto. Até fujo das tendências, para ser ainda mais do contra.

Sei que pode parecer uma postura meio que exclusivista, ou  um comportamento com um tantinho de rebeldia, mas quando alguma coisa começa a massificar, perde minha atenção.

Houve, há algum tempinho atrás, a onda dos brigadeiros disso e daquilo. Honestamente, brigadeiro de verdade é feito de leite condensado, chocolate e manteiga e só. Mas, enfim, o boom de usar a base do leite condensado e ousar em cima caiu no gosto geral. Para ser sincera não me incomodei, pois para mim, "doçólatra" de carteirinha, quanto mais doce gostoso e diferente, melhor.

Acho que a moda já passou, e é por isso que resolvi fazer uma das versões que mais me encantou, o brigadeiro de paçoca.