18 julho 2013

Pão semi integral de batata e castanha do Pará


Pão semi integral de batata e castanha do Pará

Quando digo que ter um blog de culinária é desafiador e nos tira da nossa zona de conforto não estou exagerando. Começar essa aventura de blogar achando que sabe-se tudo e logo constatar que não sabemos nada é muito rápido.

Pois conto mais uma vez essa estória, de que pão foi a minha primeira investida no universo culinário, quando tinha meus 15 anos e optei pela dieta vegetariana. Já postei AQUI o pão que depois de muitos erros minha mãe e eu achamos ter chegado a uma boa receita. E na verdade é, quanto a isso minha opinião permanece a mesma.

Só que as tentativas de querer melhorar mais e mais e sair em busca da receita perfeita, ou de uma técnica que nunca utilizamos, ou dicas de preparo - desafios os quais comentei no início desse texto - não nos deixam à vontade para repetir a nossa própria receita. Gostoso e divertido é ir além, garimpar nessa quantidade de informações e opções que a internet nos provém.


Disse tudo isso porque no ano passado participei do "World Bread Day"- evento que reúne blogs de várias nacionalidades e todos compartilham no mesmo dia suas receitas de pão - e conheci o blog "Kochtopf" e sua autora e organizadora do evento, a Zorra.

Estava com vontade, aliás, muita vontade de fazer uma receita de pão diferente e lembrei- me de lá. Tinha certeza que acharia uma boa receita. Segui meu faro e bingo, a receita não é boa não, é ótima!

De cara ela me chamou atenção por ter um tipo de preparo do levedo diferente de qualquer pão que eu havia feito e o modo de assar idem. Foi até, confesso, com um pouco de receio que me arrisquei a quebrar um dos meus paradigmas de que levedo não se leva à geladeira, mas a reputação da autora me instigava a tentar. Fiz, como de costume, algumas modificações, trocando a batata comum pela doce (tão mais saborosa na minha opinião) e as nozes pela brasileiríssima castanha do Pará.

Sem exagero, foi o melhor pão com farinha integral que fiz em toda minha vida. Fiquei tão feliz com o resultado que se eu dissesse para alguém que o havia comprado nessas Boulangeries bacanas que agora estão em alta aqui em São Paulo tenho certeza que acreditariam.

Mesmo para quem está iniciando na atividade viciante de fazer pães caseiros ou para aqueles que têm preguiça, digo que a dificuldade do preparo é igual a de qualquer pão, só que com um tempo a mais de descanso.

Agora chega de estorinha e vamos à receita.


Pão semi integral de batata e castanha do Pará

Pão semi integral de batata e castanha do Pará
(rendeu um pão redondo de 32 cm de diâmetro)

receita original DAQUI

Ingredientes
>esponja
100 g de farinha de trigo branca
50 g de farinha de trigo integral
100 ml de água morna (confortável ao toque)
2 g de fermento biológico seco (para pães)
>massa definitiva
250 g de farinha de trigo branca (aproximadamente)
50 g de farinha de trigo integral
200 g de batata doce (ou outra) cozinha no dia anterior ao preparo
130 g de água morna (confortável ao toque)
7 g de fermento biológico seco (para pães)
1 colher (sobremesa) de sal
100 g de castanhas do Pará picadas (ou nozes)

Pão semi integral de batata e castanha do Pará

Preparo
>esponja
Em uma tigela grande misture todos os ingredientes da esponja. Cubra com filme plástico e deixe em lugar quente e seco em temperatura ambiente por 1 hora. Depois desse tempo leve à geladeira por no mínimo 12 horas.
Nota: faça esse procedimento da noite para o dia. Se a temperatura ambiente do seu local de residência estiver abaixo dos 18 graus Celsius, então pode deixar o levedo fora da geladeira.

>massa definitiva
Depois do tempo de levedo da esponja, retire-a da geladeira e deixe-a em temperatura ambiente por 1/2 hora antes de utilizar.
Descasque a batata cozida no dia anterior e amasse-a com um garfo até virar uma pasta. Coloque -a na tigela junto com a esponja e a água morna. Mexa, acrescente a farinha integral, o fermento e parte da farinha branca. Comece a trabalhar a massa com as mãos, acrescentando a farinha aos poucos. Quando estiver desgrudando das mãos, despeje -a na bancada enfarinhada. Abra essa massa e salpique o sal. Torne a fazer uma bola e sove-a por no mínimo 20 minutos. Forme uma bola novamente e coloque essa massa em uma tigela untada levemente com óleo ou azeite. Cubra-a com um pano limpo e seco e deixe descansando em lugar quente e sem vento por no mínimo 1 hora ou até dobrar de volume.

Passada essa etapa, despeje novamente a massa na bancada, acrescente as castanhas, misturando para elas se espalharem uniformemente na massa e faça o formato do pão (o meu fiz redondo). Para dar um efeito rústico na casca, faça cortes não muito profundos na superfície e salpique um pouco de farinha integral.
Coloque-o em uma assadeira levemente enfarinhada, cubra com uma tigela untada com óleo ou azeite 2 vezes maior do que o tamanho da massa e cubra com pano para ficar ainda mais quente. Novamente deixe descansando em lugar quente e sem vento por mais 1 hora no mínimo.

Pão semi integral de batata e castanha do Pará

>para assar
Preaqueça o forno a 240 graus. Cuidadosamente remova a tigela que está recobrindo o pão e leve a assadeira ao forno por 20 minutos. Abra a porta do forno para deixar o vapor escapar, abaixe a temperatura para 200 graus e deixe assar por mais 20 minutos.
Para deixar a casquinha bem dourada e crocante, torne a aumentar a temperatura para 240 graus até obter a cor e a crocância desejada.

Retire do forno e deixe o pão esfriar sobre uma gradinha. E delicie-se!

Nota: Se sobrar, corte esse pão em fatias e esquente novamente que ele volta ao seu original. Dura por volta de 4 dias fora da geladeira.



5 comentários :

  1. Menina do céu... Que DELICIA!!!
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)

    http://decolherpracolher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Tem um óptimo aspecto esse teu pão!

    ResponderExcluir
  3. Um espetáculo, de fato, Sandra! Suas alterações foram muito felizes. Lindo demais! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Nossa que belo pão San, gosto muito de fazer pães à base de batatas, cenoura, e outros legumes, ficam com uma consistência saborosa e leve. A castanha do pará fez toda a diferença hem! Ficou mesmo lindo. Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Ficou lindo!!Me deu vontade de dar uma mordidona nessa delícia e meter minha geléia de frutas vermelhas por cima rsrsrs...beijão

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!