segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Um bolo de limão, dois livros e um mundo de memórias

Bolo de limão siciliano


Existem postagens aqui que faço motivada por sentimentos e sensações que um fato ocorrido, ou uma receita ou uma lembrança me despertam. Essa é uma delas.

Foram dois livros que deram o start dessa estória. Dois livros, um da mãe e outro da filha. Ambos mostram um começo de uma estória que se funde à minha, de muitos anos atrás e que foi tão aflorada que não pude deixar de compartilhá- la aqui.

Sandra Marques, autora do livro "Bom dia Trancoso" foi se estabelecer neste povoado em meados dos anos 1980, levando sua filhinha nos braços e que passou a ser conhecida anos depois como a chef Morena Leite, autora do outro livro em questão, o "Capim Santo - Receitas para receber amigos", na mesma época em que descobri esse paraíso, as praias do Sul da Bahia.

Éramos bem jovens de 20 e poucos anos e esse lugar ainda não tão turístico e não tão explorado era um atrativo para os estudantes universitários da época. Quase sem dinheiro, pegávamos o ônibus em São Paulo e após 24 horas a maioria desembarcava em Porto Seguro e Arraial d'Ajuda. Os descolados iam um pouco além, até Trancoso, na época um povoado de pescadores e que atraía pessoas que queriam se estabelecer e viver uma vida alternativa, longe da loucura dos grandes centros urbanos. Alí fazíamos um pit stop de poucos dias para irmos até nosso destino final, bem mais desconhecido e destino dos mais aventureiros e alternativos, Caraíva, outro povoado mais ao sul.

Trancoso era um lugar meio termo às condições de Caraíva, onde o banheiro era no mato, o banho era de cacimba - água que brotava de mina d'água - e a refeição era feita uma vez ao dia. O cardápio nem era importante, mas sim o formato do prato e nossa predileção era para os que chamávamos de "Monte Pascoal" (montanha de comida) numa alusão ao primeiro morro avistado por Cabral ali próximo no descobrimento da Terra Brasilis. Esses eram servidos não em restaurantes, mas nas casas dos pescadores, preparados por suas esposas.

Enfim, voltando à Trancoso, lá ainda havia um "luxo" de um café da manhã simples porém gostoso, um bolinho e quitutinhos que pessoas como Sandra Marques nesse seu livro ofereciam na Pousada Capim Santo.

Hoje em dia, com o turismo mais difundido e que leva legiões de pessoas mais abonadas para lá, parece até mentira imaginar momentos dessa simplicidade que fez parte da minha juventude, e que o simples fato de folhear esses livros me levaram de volta à esse lugar de tão doce memória e tão bons momentos.

Escolhi um bolinho desse livro bem simples, como tudo o que é realmente importante na vida deveria ser.

Livro: "Bom dia Trancoso!" - 40 receitas para acompanhar o café da manhã por Sandra Marques da Pousada Capim Santo.

Bolo de limão siciliano

Bolo de limão siciliano
(fôrma de furo central de 25 cm de diâmetro)

receita adaptada do livro "Bom dia Trancoso"

Ingredientes
>bolo
1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar peneirado
120 g de manteiga sem sal (temperatura ambiente)
4 ovos - claras e gemas separadas
2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
raspas da casca de 1 limão siciliano
1/2 xícara (chá) de suco de limão - usei siciliano
1/2 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de fermento químico - para bolos
>calda
1 xícara (chá) de açúcar de confeiteiro
3 colheres (sopa) de suco de limão - siciliano ou outro


Bolo de limão siciliano

Preparo
>bolo
Pré aqueça o forno a 180 graus.
Bata as claras em ponto de neve usando batedeira elétrica. Reserve.
Em outro recipiente bata a manteiga com açúcar até obter um creme fofo. Adicione as gemas uma por uma e as raspas de limão. Agora acrescente a farinha aos poucos e intervalando com os líquidos, iniciando pelo suco de limão (um pouco de um, um pouco do outro até terminar). Junte o fermento, desligue a batedeira e incorpore as claras em neve delicadamente, em movimentos de baixo para cima da massa. Despeje na fôrma untada e enfarinhada e leve para assar até ao espetar um palito no meio do bolo ele saia seco.
Aguarde amornar para desenformar.

>calda
Misture o açúcar e o limão até obter uma pasta. Despeje por cima do bolo ainda morno.


Bolo de limão siciliano



Nota: quanto mais açúcar mais essa pasta irá endurecer e ficar com a casquinha mais seca. A que fiz estava um pouco mais líquida para dar um efeito transparente e mostrar o desenho da fôrma do bolo, presente da minha cunhada Marina.


6 comentários :

  1. Que bolo delicioso!
    beijinhos e boa semana,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha, adoro o sabor do limão nos bolos!

    ResponderExcluir
  3. Ai, agora fiquei de saudades de Arraial d'Ajuda, da comida saborosa, do povo fantástico. Trancoso, quando a visitei, ainda era uma aldeia bem simpática e pitoresca. Um bolinho de limão vem sempre a calhar. Obrigada pela partilha! bjs

    Ana Teresa

    ResponderExcluir
  4. Bolo de limão é delicioso, de limão siciliano deve ser espetacular.
    Beijinhos, boa semana
    Aninha

    ResponderExcluir
  5. Sandra, eu também amei este livro, tem receitas muito gostosas.Eu também queria muito te convidar para a primeira blogagem coletiva do Brie com Goiabada... com sorteio. Ficaria muito feliz se você pudesse participar.
    http://briecomgoiabada.blogspot.com.br/2012/11/blogagem-coletiva-brie-com-goiabada-com.html
    Beijos
    Fabiola

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana essa indicação de livro, e um bolinho de limão assim, não tem como não gostar...adorei!!! bjinhos!!

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!