17 julho 2017

Cassata e os 7 anos do Caldeirão


Cassata


Ontem, dia 16, o Caldeirão completou 7 anos! Para muitas culturas e filosofias, o número 7 e seus ciclos têm um significado de transformação profunda. Bem, como não tenho tanto conhecimento sobre esse assunto, resumidamente diria que a cada 7 anos mudamos de fase. Não sei se isso se aplicaria a uma entidade como um Blog de receitas. Apesar disso, tenho cá minhas observações sobre esse período.

Muita coisa mudou desde 16 de julho de 2010, dia da primeira postagem desse blog. Não havia ainda o movimento tão intenso das redes sociais para promoção das postagens. Fazíamos o trabalho de divulgação a cada visita de um blog amigo, a cada retribuição de um comentário deixado. Era como se deixássemos um cartão de visitas em cada blog com o qual interagíamos. Confesso que sinto falta desse tempo e sei que muitas das amizades que fiz nesse período também partilham desse sentimento.

Nos tempos atuais, não é incomum compartilhar uma simples foto no Instagram, essa viralizar e você ver nas estatísticas que mais de 65 mil pessoas viram essa postagem, ou que mais de 600 pessoas salvaram sua receita. Já aconteceu comigo algumas vezes. Dá uma tentação de abandonar as postagens do blog para se dedicar somente a esse veículo, não é verdade?

Porém, essas midias sociais vêm e vão. Também nesses 7 anos observei que aquela rede social que bombava anteriormente hoje está indo para seu ocaso. Cada hora surge uma nova "bola da vez" e, nesse meio tempo, quem faz um trabalho que visa outros números, outras propostas - como essa aqui que vos digita - sempre valoriza mais esse seu porto seguro, esse blog que lhe dá outros ganhos que não a fama imediata e talvez efêmera.

Escrever o Caldeirão é um prazer que me dou. Já falei o quanto ele foi meio esteio em momentos difíceis. Faço pensando nas pessoas que de alguma maneira vêm até aqui buscando uma receita, ou um passatempo, ou esses dedinhos de prosa. 

Quando pesquiso uma receita nova, quando tento produzir uma foto mais caprichada, quando escrevo o post fico imaginando o momento de vida que a pessoa que está lendo esteja passando. De certa maneira, sinto-me compromissada com a experiência dela ao fazer a receita. Para mim, é como se eu estivesse falando com uma pessoa amiga.

Podem dizer que sou das antigas (e sou!), mas nesses momentos de hiper comunicação, de rapidez de processos e da falta de aprofundamento, sigo com meu modo de postar. Não quis mudar porque a essência do Caldeirão é ser uma extensão da minha cozinha e da minha mesa, ontem, hoje e sempre. 

E voltando aos ciclos de 7 anos, imagino que aí seja a transformação a qual citei. Assumo que nesses momentos de jatos supersônicos, sigo navegando no meu prosaico barquinho a vela. E cada vez mais, feliz da vida!

Essa receita é daquele pavê bem tradicional, apenas levo à geladeira para ficar com consistência de sorvete e aí chamo de Cassata. Ah, e também para ninguém ter a chance de fazer a piadinha "é pá vê ou pra comê'?


Cassata


Cassata

Cassata
(para 1 pirex grande ou 2 menores)


Ingredientes
1 pacote de bolacha champanhe (ou bolacha maisena, se preferir)
>creme 1
2 latas de leite condensado
2 latas (a mesma medida) de leite comum
1 colher (sopa) de amido de milho
6 gemas (passadas na peneira)
>creme 2
1 xícara (chá) de leite
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de amido de milho
>creme 3
6 claras
6 colheres (sopa) de açúcar
1 caixinha (200g) de creme de leite

Cassata

Preparo
>creme 1
Dissolva o amido em um pouco do leite frio (para não empelotar). Coloque os ingredientes em uma panela de fundo grosso e leve ao fogo médio (para não talhar) até engrossar, mexendo sempre. Reserve.

>creme 2
Dissolva o amido e o chocolate em um pouco do leite frio. Leve ao fogo em outra panela de fundo grosso, mexendo eventualmente até ferver. Reserve.

>creme 3
Bata as claras em ponto de neve. Se estiver usando a batedeira elétrica, desligue e pulverize o açúcar sobre as claras. Junte o creme de leite e mexa delicadamente em movimentos de baixo para cima.

Montagem
Em um pirex ou outro refratário, despeje o creme 1. Cubra com as bolachas e despeje o creme 2, cobrindo para que todas sejam embebidas por ele. Despeje o creme 3 e alise a superfície com uma espátula.

Leve ao freezer até endurecer, cobrindo a superfície com um filme plástico. Retire alguns minutinhos antes de servir.

NOTA:
Na montagem da foto, fiz um outro processo porque queria servir desenformado. Se quiser usar uma fôrma de bolo inglês e essa apresentação, faça assim (lembrando que sobrou creme ainda para montar em outro pirex):

Coloque um pouco do creme 2 na base da fôrma, uma camada de bolacha champanhe e um pouco mais do creme 2. Leve uns 5 minutos ao freezer. Retire e coloque uma camada do creme 3. Leve de volta ao freezer por mais 10 minutos. Retire, coloque mais uma camada das bolachas e creme 2. Vai novamente ao freezer por mais 10 minutos. Retire do freezer e complete com o creme 1. Cubra com filme plástico e leve ao freezer até endurecer. 

Para desenformar, retire um minutos antes de servir, passe uma espátula pelas bordas, coloque o prato sobre a fôrma e vire de uma vez. Se ele não sair logo, esfregue sua mão na base da fôrma que o calor vai ajudar a sair. Se quiser, pulverize chocolate em pó com o auxílio de uma peneirinha.

Espero que tenham gostado. Bom apetite!


2 comentários :

  1. parabéns pelo lindo trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Muitos parabéns! Que linda cassatta, tem um aspecto maravilhoso. beijinhos

    https://saboresdoninho.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!