20 maio 2013

Salada ou um "refogado" crú?


Salada ou refogado raw food

Começo esse post falando sobre o óbvio: somos totalmente responsáveis pela formação dos nossos filhos. Também no quesito alimentação essa afirmação procede. 

Desde a tenra idade oferecemos alimentos que vão fazer parte do cardápio e das predileções deles. Se você apresentar comida saudável e diversificada logo cedo, então ele passará a apreciar e sentir falta de se alimentar dessa maneira por toda a vida.

Não é uma tarefa fácil. Em primeiro lugar, a criança vai reparar se o seu prato tem a comida parecida com a dela. Sim, eles comparam e cobram coerência sua. Não adianta fazer com que eles se alimentem de maneira saudável se você só come junkie food.

É, dá trabalho educar. Muitos pais desistem quando a criança não gosta de determinado alimento e, por conta da correria das atividades diárias, acabam se rendendo ao caminho mais fácil, que é oferecer a eles comida processada e industrializada. Vejam quantos crescem comendo macarrão com nuggets de frango ou salsicha. Que desconhecem o que é fruta, mas adoram todo tipo de refrigerante ou salgadinhos. Infelizmente não são poucos.

Por isso hoje venho aqui contar um pouco da minha experiência quando mãe de criança pequena. Quando minha filha não gostava de determinado alimento, mudava a forma de apresentação ou preparo. Depois de algum tempo descobri que ela preferia os vegetais crús ou muito tenros. Da maneira refogada ela não gosta até hoje. Não é especificamente de algum deles, é da maneira do preparo.

Hoje portanto trago um truque meu que tenho usado para que minha filha coma de tudo sendo apetitoso e prazeroso para ela, óbvio, e ao mesmo tempo sem render-me ao caminho da alimentação que sacia a fome imediata, mas que nada oferece de qualidade para a manutenção da saúde. Vamos lá?

Salada ou refogado raw food

Salada ou refogado raw food
(2 pessoas)


Ingredientes
quantidades equivalentes à 1 xícara (chá) de cada item:
buquês de couve flor
broto de feijão (moyashi)
repolho roxo finamente fatiado
cenoura ralada
pimentão vermelho e amarelo cortado em cubinhos
1 punhado de salsa picada (não muito batidinha)
sal
vinagre de maçã (ou outro da sua preferência)
azeite extra virgem

Preparo
Cozinhe os buquês da couve flor somente para dar uma leve amolecida (mantenha-os ainda tenros). Escorra e passe pela água fria da torneira para estancar o cozimento. Faça o mesmo com o broto de feijão: depois que ferver a água, apague o fogo e jogue-os na panela. Conte 20 segundos, escorra e também passe pela água fria.

Misture-os agora com todos os outros ingredientes numa saladeira ou recipiente. Tempere com sal, vinagre e azeite. Aguarde no mínimo 1 hora antes de servir.

Bom apetite!

3 comentários :

  1. Tem um aspeto muito apetitoso!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sandrinha,
    quando o meu filho era pequeno eu tbm tinha que
    ser bem criativa, ainda bem que ele comi de tudo
    as saladas aqui em casa são bem vindas sempre!
    A sua ficou maravilhosas, ingredientes perfeitos!

    Beijos, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
  3. Simples, colorido e extremamente saudável! Adorei a combinação e o preparo! Vou levar essa receita comigo! Super apetitosa!
    Em relação à alimentação infantil, concordo plenamente com você, Sandra! O paladar dos filhos depende do que os pais oferecem e, hoje em dia, impera a lei do mais fácil, prova disso é o grande número de crianças e adultos obesos e com problemas de saúde devido à má alimentação. Espero também, se algum dia eu tiver um filho(a) zelar por sua saúde, assim como você o fez. Está de parabéns!

    Ai, ai... como admiro essa minha amiga-bruxa, viu?
    Big beijo! ;-)

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!