10 abril 2019

Tableton e a volta de quem nunca foi

Tableton


A vida é mesmo cheia de coisas. Das coisas misteriosas, que são as que mais me interessam e fascinam. 

Estou há tempos - precisamente há 4 meses - tentando voltar a postar aqui no blog, espaço que, para os que (ainda) acompanham, é mais do que um mero divulgador de receitas. Pois passou o Natal, o Ano Novo, e zero inspiração para retomar. Continuo cozinhando diariamente, faço as produções das fotos, guardo-as em álbuns com receitas bem interessantes, mas esse movimento de voltar a compartilhar aqui, estava carecendo de um sinal, uma inspiração ou algo do tipo.

Nem minha apatia, nem meu desânimo com algumas questões que temos visto por aqui em terras tupiniquins, nem minha indignação foram suficientes para fazer surgir uma motivação. Porém, para quem sabe esperar e fica atento aos desígnios do destino, essa hora sempre acontece.

Vou contar: hoje me vi envolvida em uma situação de mais aperto do que de costume, passando por uma região da cidade onde me senti mais intimidada do que o normal no quesito segurança. Parecia que a qualquer momento iria ser encurralada e, no mínimo, assaltada. Mesmo sendo uma moradora de uma cidade grande e já acostumada com o hábito de evitar entrar em "roubada" e ter mais cuidado que o habitual, era para mim uma zona desconhecida, nunca havia passado por lá. 

Sem querer entrar em detalhes desagradáveis, o motivo de ter surgido a vontade de escrever à respeito foi que um "anjo da guarda" personificado em uma moça me tirou daquele perigo. Do nada, ela me ofereceu ajuda e, confesso, se fosse em outra circunstância, talvez até dela eu teria desconfiado. Mas, a partir de um certo ponto do nosso contato e dado da conversa, fomos descobrindo algumas coisas em comum. Ali, longe do meu espaço habitual de vida, numa situação completamente fora da minha rotina, conheci alguém cuja conversa fluiu e nos descobrimos confiando particularidades uma com a outra.

Pense bem, moro em uma cidade com mais de 12 milhões de habitantes. Qual seria a chance do sogro dessa moça desconhecida - a que me ofereceu ajuda -  ter um comércio a poucos quarteirões da minha casa, sendo que a encontrei em um local da cidade a pelo menos 30 km de onde moro? Pois é, por isso falei que a vida é cheia das coisas. Qual a chance de uma paulistana ter sido solidária com uma desconhecida no meio da rua? Digo, mais que oferecido ajuda, ter coisas e fatos em comum? Destino, meus queridos leitores.

Além de toda a ajuda, ela também me motivou a digitar essas considerações que concluo agora. Mesmo que algumas coisas pareçam impossíveis, mesmo que haja tanta coisa esquisita tirando seu pique de viver, mesmo que as dificuldades congelem suas iniciativas, sempre haverá um fato louco que fará você recobrar sua fé no mistério da vida. As coisas virão, no tempo delas e do jeito que terão que ser. 

Sobre a receita: veio em uma edição da lamentavelmente extinta revista Casa & Comida e é da chef Paola Carosella. Vamos à ela?



Tableton


Tableton


Tableton
(renderam 5 unidades)

Ingredientes
4 gemas
1/2 xícara (chá) de vinho branco 
225 g de farinha de trigo (aproximadamente)
raspas da casca de 1 laranja 
1 colher (sopa) de semente de erva doce picada
doce de leite para rechear (usei 1 lata de leite condensado cozida na panela de pressão por 40 minutos depois de chiar - AGUARDE ESFRIAR TOTALMENTE PARA ABRIR)
cacau ou chocolate em pó para polvilhar - o quanto necessário

Tableton

Preparo
Em uma tigela misture as gemas com o vinho, as raspas e as sementes. Acrescente a farinha aos poucos enquanto trabalha com as mãos até obter uma massa lisa e uniforme. Siga o passo a passo das fotos:


Tableton

1) embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por meia hora
2) enfarinhe levemente a bancada e abra a massa com o auxílio de um rolo até chegar a um retângulo de 25 x 30 cm. Com um cortador de massa ou faca afiada, faça os cortes dividindo a massa no comprimento de 30 cm em 3 partes iguais (10 cm cada) e dividindo em 5 partes no sentido de 25 cm (5 cm cada). No final você terá 15 retângulos de 10 x 5 cm. 
3) transfira esses retângulos para uma assadeira forrada com papel manteiga e faça furos na superfície deles com um garfo
4) leve para assar em forno preaquecido a 180 graus Celsius até ficarem dourados
5) retire e deixe esfriarem totalmente sobre uma gradinha
6) pegue de 3 em 3 retângulos para montar os doces, espalhando uma camada de recheio entre eles. Com uma peneirinha, pulverize a superfície com o cacau ou chocolate

Espero que tenham gostado. Bom apetite!

Nota: a espessura da massa ficou um pouco mais grossa que o ideal. Pode deixar o mais fina possível quanto conseguir.




4 comentários :

  1. Que bom que voltou! Adoro suas receitas e da maneira que escreve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa, muito obrigada, de coração. Prometo não "fugir" por mais tanto tempo.
      Beijos

      Excluir
  2. Visito seu blog quase diariamente hehehhehe... olha que ja faz uns mais de 6 anos que conheço este cantinho. Adoro seu blog. Alias gosto muito de blogs, mesmo hoje com face, instagram e cia... sinto falta dos blogs (que infelizmente estao acabando). Sabe o blog é mais intimo, é como ler um livro onde o autor conta suas historias e ainda de bonus passa uma receitinha contando com detalhes o que achou de prepara-la e algumas dicas preciosas (tipo a de hoje "corte a massa o mais fino possivel"). O blog transmite segurança, credibilidade, o que outros tipos de midias sociais deixam a desejar... obrigada por escrever o caldeirão! Não desista nunca desse cantinho ta! Sou sua fâ. Abraços, Miriam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miriam, obrigada pela sua mensagem tão carinhosa.
      Sabe, eu também gosto dos blogs, são mais autorais e sou uma das resistências...rs Tem muito vídeo receita, muita rede social que vem e vai, mas esse espaço é onde realmente fica um trabalho registrado.
      Pessoas como você são o motivo pelo qual nós blogueiros estaremos sempre em ação.
      Grande abraço

      Excluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!