11 junho 2014

Palha italiana de nozes

Palha italiana de nozes


Hoje é o aniversário de 17 anos da pessoa mais importante da minha vida, minha filha. 

Lembro que minha mãe a cada ano, na data do meu aniversário, fazia uma espécie de reconstituição dos momentos antes do meu nascimento, não sei exatamente o porquê. Achava bizarro todo ano contar que na noite anterior ela tinha comido muita pipoca e, mãe de primeira viagem, ou primeiro filho, imaginava que aquelas dores eram cólicas por ter exagerado na comilança. Pra mim era tão marcante essa estória que por um tempão sentia gosto da pipoca na boca assim, do nada. Sugestionada, obviamente. Essa sensação passou. Coincidência ou não ela também deixou dar o tal relato e atualmente se concentra nos bons votos, aqueles que só as mães desejam para seus filhos.


Não que me lembre, mas acho que nunca contei para minha filha os momentos antes dela vir ao mundo. Bem, tive uma gravidez gloriosa, saia muito e na noite anterior que ela nasceu quase fui à uma festa, uma balada mesmo, com meu barrigão de 9 meses que orgulhosamente desfilava. Algo me disse para ficar em casa, intuição, é possível. 

Como minha casa estava acabando de ser reformada, estava provisoriamente morando na casa dos meus cunhados e no jantar daquela noite lá estavam duas das melhores amigas das minhas duas sobrinhas. Elas haviam me paparicado a gravidez inteira e naquela noite - na qual elas também dormiram lá - uma delas comentou: "tia Sandra, imagina se o nenê (não sabia o sexo) nascesse hoje". Respondi: "imagina, ainda faltam duas semanas, não vai rolar". Pois por volta da 1 da manhã comecei a me sentir "estranha" (não é necessário contar em detalhes os sinais que estava me dizendo que havia chegado a hora). 

Fomos à maternidade naquela madrugada com meu marido jurando que ia ser alarme falso. Pois às 9h45 do dia 11 de junho de 1997, nasceu esse ser de luz que os deuses me enviaram para ser sua mãe e junto nasceu, ou renasceu essa pessoa que agora vos escreve. 

Nasci para o amor incondicional, nasci para aprender a respeitar os sentimentos alheios, para me solidarizar com as mães do mundo inteiro, suas dores e suas alegrias, para temer o destino, que sempre peço para que seja generoso como tem sido e me manter nesse planeta o tempo suficiente para até quando minha pequena possa escrever sua própria estória para quem estiver por vir.

Hoje farei um bolo para ela, com todas as boas intenções e amor do mundo. Em breve postarei a receita aqui no Caldeirão. Porém hoje, já que o dia dela, trago um doce que é rotineiro em casa, a Palha Italiana. Esse levou nozes para aproveitar um restinho que havia comprado. Ficou super gostoso!

E Feliz Aniversário para o meu Amor!


Palha italiana de nozes

Palha italiana de nozes
(travessa com mais ou menos 20 x 15 cm ou similar)

Ingredientes
1 lata (395 g) de leite condensado
1 embalagem (200 g) de creme de leite - pode ser o pasteurizado com 25% de gordura
50 g de nozes trituradas (no liquidificador ou processador)
120 g de bolacha maisena picada grosseiramente


Palha italiana de nozes

Preparo
Disponha as bolachas picadas na travessa de servir. Reserve.

Coloque o leite condensado, o creme de leite e as nozes um uma panela de fundo grosso e leve ao fogo alto, mexendo sempre. Quando levantar fervura, abaixe para fogo médio e continue mexendo até a consistência ficar como a de um mingau encorpado.

Despeje sobre as bolachas e misture até homogeneizar tudo. Aguarde esfriar e salpique um pouco da bolacha esfarelada para decorar. Mantenha em geladeira.

Bom apetite!


6 comentários :

  1. Parabéns para sua filha muita paz e saúde sempre!!!
    Amei a receita faço sempre a normal, mas de nozes nunca tinha visto.
    Vou fazer com certeza.

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha, já estou aqui aguada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Sandra! Parabéns a sua filha! Que ela seja abençoada com muita saúde e alegrias! Adorei sua receita de palha italiana, com as nozes deve ter ficado ainda melhor!
    Abraço
    Mel

    ResponderExcluir
  4. Ficou Divina a sua receita... Huuuuuuuuuuuummmmmmmmmmm!!!
    Beijos Márcia (Rio de Janeiro - Brasil)
     
    http://decolherpracolher.com.br

    ResponderExcluir
  5. Linda sua historia, parabens à sua filha, tambem tenho uma filha e um filho que enchem meu coração de alegria e o mundo de luz, que Deus os abecoe a todos com muita alegria e paz!

    ResponderExcluir

Sua visita e seu comentário são muito importantes para o Caldeirão. Comentários somente com intuito de fazer propaganda serão deletados.

Obrigada e volte sempre!